sexta-feira, 7 de outubro de 2016

CRÍTICA: "Fofocando" merece segunda chance do público


O "Fofocando" estreou com a missão de disputar diretamente com o "Balanço Geral" da Record, que no mesmo horário também exibe um quadro de fofocas que é sucesso na emissora concorrente, chegando a ficar quase que diariamente na liderança. Pensando nisso, Silvio Santos tirou Leão Lobo e Mamma Bruschetta da Gazeta para apresentar um programa de fofocas fruto da sua mente, e na outra semana já estava no ar às 14h15. A ideia era ótima, visto que na faixa eram exibido enlatados da emissora. No primeiro dia inclusive, um Homem do Saco surpreendeu a todos, pois na divulgação não citaram ele em nenhum momento, uma grata surpresa.

Na estreia, o programa não se saiu tão bem, até porque numa estreia nem tão anunciada, não tem como um programa reerguer a audiência de um horario onde era exibido desenhos. Os dias se passaram, e o "Fofocando" começava a reagir, tendo dias em que registrava 6 a 7 pontos, até conquistar seu recorde de 8 de média! Dai, estava claro que o programa estava conquistando o público. Porém, os dias voltaram a se passar e os números começaram a discutir com o programa.


Após ver isso, começaram a mexer em tudo: demitiram o diretor, apostaram em novas pautas, mudaram o horário do programa, contataram a Mara Maravilha, contrataram o Léo Dias, contrataram novos repórteres, mudaram a bancada para sofá, trocaram várias vezes o Homem do Saco que hoje se mostra mais participativo, além de pequenas alterações. Só não mudaram o bendito do cenário, que é um puxadinho do jornalismo, com uma imagem péssima de SD esticado. Pra quem não sabe, uso esse termo para a imagem péssima da área jornalística do SBT, que quando disseram que iam começar a produzir essa área em High Definition, enganaram a todos com um HD, parecendo um SD em 16:9, mas enfim, acho que isso não vai mudar tão cedo. Hoje o programa se encontra estável, com promessa de permanecer no ar por um bom tempo. 


Esses dias, tive a oportunidade de assistir, e me deparei com uma otima evolução. Leão Lobo apresenta as notícias com mais rapidez, isso antes era um saco, pois enrolavam uns 10 minutos num assunto só. Mamma Bruschetta, segue na sua zona de conforto, chamando algumas matérias e dando pitacos. O Homem do Saco, como já disse, é um diferencial a parte. Essa pessoa que está hoje é bem extrovertida e interage mais com os apresentadores, o de antes era um saco e só interrompia as notícias, além de atrapalhar. Mara Maravilha, é um caso a parte, ela é a causadora da polêmica e desde que chegou, não sai da boca da mídia. Sempre que ela diz algo os sites de notícias caem em cima dela. E isso tem dois lados: por um, é bom para o programa que ganha mais visibilidade do público por estarem sempre comentando da Mara. Por outro é ruim, pois pode criar a imagem de um programa esfarrapado, que só quer saber de criar polêmicas! 


Mara Maravilha agrada à uns, desagrada a outros. Outra coisa: podem falar o que quiser dela, mas não podem negar que hoje ele é a estrela, pois todo mundo espera ela soltar suas polêmicas. Já do Léo Dias, nem tenho o que falar. É um ótimo profissional, com uma carreira longa e de ótimo currículo, com certeza foi um acerto da direção do programa.

Pois é, o programa não é tão ruim como os sites de notícias estão falando. É uma boa pedida pra quem não suporta o Vídeo Show, ou quer estar informado sobre as celebridades, além de ser um ótimo entretenimento. Acho que o público merece dar uma segunda chance ao "Fofocando", assim como eu dei e mudei de opinião.

Google Translate

Postagens + Populares