terça-feira, 3 de janeiro de 2017

História das Novelas da Tarde - Parte I


Em 2010 se iniciava uma faixa vespertina de reprises no SBT, com isso, grandes tramas vieram a ser reexibidas como: Rubi, Café com Aroma de Mulher, Marimar, Maria do Bairro, A Usurpadora, A Madrasta entre outras. Em 2013 a emissora apostou em tramas inéditas mexicanas e vieram sucessos como Cuidado com o Anjo, Sortilégio, Coração Indomável, Teresa, etc. Tem atualmente quatro horários: ás 15h45, 16h45, 17h30 e 18h30 sendo que já chegaram a ser exibidas mais cedo. 

E hoje esta matéria visa contar a história das "Novelas da Tarde", faixa essa que já passou por muita coisa nesses quase 7 anos

FAIXA 1 - 14h30 (2010 a 2014), 15h30/15h45 (2014 a 2016), 16h30 (2016 - presente)

Essa faixa nunca deu grandes problemas para o SBT, sempre conquistou índices razoáveis com uma ou outra novela abaixo do esperado! 

Pérola Negra - A reprise deste sucesso brasileiro prometeu bastante, já que marcava o retorno das reprises ao SBT após um hiato de 2 anos! E cumpriu seu papel elevando a audiência deixada pelo finado Cinema em Casa. O sucesso da reprise no entanto, fez a emissora esticar a trama até não poder mais, fazendo fica-la com mais de 205 capítulos.

Amigas e Rivais - Fracasso tremendo em sua primeira exibição, a adaptação de Letícia Dornelles não animou muito no começo, apesar de manter a audiência. O público no entanto aprovou a novela na reprise, que mostrava cenas inéditas por ter sido completamente picotada quando fora exibida originalmente. A audiência chegava a ser o dobro de sua primeira exibição. Ponto pro SBT que não escondeu a adaptação na gaveta, dando uma segunda oportunidade para Rosana Delaor!

Pícara Sonhadora - Novela cansativa, de nome estranho, com atuações nada convincentes, além de um casal principal completamente sem sal. Resultado: audiência caiu. Não foi um fracasso retumbante pois ainda conseguiu média geral razoável, mas poderia ter sido poupada.

Pequena Travessa - Mesmo caso de sua antecessora, a única coisa que salvou foi a história que prometeu ser diferente do que vimos até aqui, onde uma menina se disfarçava de menino pra se aproximar de seu grande amor! Mesmo assim, a audiência se manteve razoável e não se via mais a meta do horário.

Gotinha de Amor - Na tentativa de reunir a família e tentar resgatar a audiência, o SBT decidiu escalar uma novela mexicana infantil no horário, pela primeira vez. E finalmente acertou! A novela era um prato cheio não só para as crianças mas também para os adultos. Os cenários pobres e atuações pacatas não atrapalhavam o desempenho da novela. Os índices se mostravam satisfatórios e teve duração maior do que em sua exibição original! Porém, a novela pegou o período das festas de fim de ano e acabou perdendo parte do público a partir de um ponto da trama, mas ainda assim conseguiu audiência maior que suas duas antecessoras.

Rosalinda - Sempre esquecida ao lembrar de Thalia, foi a segunda reprise da última novela da atriz. Seu início não foi nada animador por ter herdado a baixa audiência da reta final de Gotinha de Amor e só foi levantar depois de dois meses no ar! Acabou mantendo os índices do horário, mas não se destacou como prometeu!

Marimar - Voltando ao ar menos de 1 ano de sua última reprise, a segunda novela das trilogia das Marias não alcançou a mesma audiência de um ano antes e acabou decepcionando um pouco! Terminou com audiência razoável, e o SBT finalmente viu que nem sempre, suas Marias alcançam tanta audiência, mas em seguida veio...

Maria do Bairro -  Mais uma reprise precoce de Thalia, acabou animando mais do que Marimar, mas não chegou nem perto do que registrava no horário das 16h15 onde terminou como enorme sucesso! Novamente foi prejudicada pelo final de ano e só foi se reerguer nas últimas semanas. Teve 5 capítulos a menos do que o esperado!

Café com Aroma de Mulher - Gaivota que voa longe tinha uma péssima imagem. A qualidade era tão baixa que não chegava nem perto de Maria do Bairro, apesar de ter sido produzida alguns anos depois. Qualidade de imagem define novela? Claro que não! E Gaivota que sempre voa atrás de um alvo elevou ligeiramente os índices!

Esmeralda - A segunda reprise da novela parecia ser um esforço para melhorar o horário. E o SBT fez muito bem. A novela já em seu primeiro capítulo surpreendeu, chegando a picos de 7 pontos! Seguiu tímida até que decolou e não parou mais! A faixa 1 havia ficado para mais tarde e foi uma ótima sacada! A joia rara Esmeralda terminou como um grande sucesso, sendo a maior audiência da história do horário, até ser superada por...

Maria Esperança - Remake de Maria Mercedes, estreou numa época onde tudo dava errado na grade do SBT, e assim como Amigas e Rivais terminou como um grande fracasso em sua exibição original! Nessa reprise, seu objetivo era manter a ótima audiência deixada por sua antecessora, e conseguiu levantar ainda mais a faixa, repetindo o feito de 2011 quando também substituiu Esmeralda e manteve os índices.

Pérola Negra - De volta de onde tudo começou, Pérola aparentou desde o começo ser uma decisão arriscada, e foi mesmo! Começou com audiência alta por conta de sua antecessora mas logo caiu, e ao contrário de 2010 quando foi esticada até não poder mais, foi encurtada contando com pouco mais de 115 capítulos. Terminou taxada como sucesso, mas derrubou claramente a média do horário.

Cuidado com o Anjo - Maite Perroni abriu a era de novelas inéditas em 2013 (mas isso fica pra parte dois desta matéria), e aqui voltava como recurso para alavancar o horário. Após 3 novelas brasileiras, a emissora decidiu voltar ao seu velho curinga: as mexicanas; com mais uma reprise precoce, o que não atrapalhou tanto o desempenho da novela. Malu conquistou novamente o público e alcançou audiência maior que em sua exibição inédita. Terminou roubando o título de Maria Esperança se tornando a trama de maior audiência da faixa 1.

Mar de Amor - Primeira novela inédita da faixa, o dramalhão de Nathalie Lartilleux não era nada conhecido por aqui. Para atrapalhar ainda mais, foi exibida com a péssima qualidade da dublagem paulista, quebrando uma tradição de mais de 25 anos de novelas com dublagem do Rio de Janeiro. Tinha tudo pra dar errado, mas... Não deu! O circo (como foi apelidada) chegou a marcar 10 pontos de média, e alcançou alta audiência sendo considerada um fenômeno, se tornando a maior média do horário. A produção era pobre, atuações duvidosas, texto dramático demais, acontecimentos absurdos, mas era uma novela que prendia todos na TV.

Querida Inimiga - Novela de 2008, produzida por Lucero Suarez, famosa por tramas leves e de audiência boa, não animou muito o público! Já na divulgação se mostrou uma substituta fraca pra Mar de Amor. Resultado: baixa audiência! E o motivo? Não se sabe! A novela é boa com história bem amarrada, atuações convincentes, mas a audiência não correspondeu e derrubou pela metade os índices da antecessora. No entanto, decidiram por não picotar a novela por conta de uma série de esticamentos e atrasos de suas novelas companheiras.


Continua...
Não perca, semana que vem a continuação da "História das Novelas da Tarde".

Google Translate

Postagens + Populares